Qualidade da água de Sertãozinho

Publicada em: 21/02/2022

Usamos também o termo como um tipo de escala de excelência tanto para o que achamos bom, quanto para o que achamos ruim, de acordo com nossos gostos, experiências e opiniões.

A Qualidade da água, portanto, é o conjunto de todas as substâncias químicas, características físicas e biológicas presentes, que faz com que consideremos a água, boa ou ruim para o consumo.

Esta qualidade depende, basicamente, da resposta que damos a duas simples perguntas:

De onde vem a água que consumimos em Sertãozinho?

A água de abastecimento público de Sertãozinho é proveniente do Aquífero Guarani, um dos maiores mananciais subterrâneos do mundo. Localizado a aproximadamente 250 metros de profundidade na área urbana do município. Este grande reservatório é proveniente de uma formação geológica denominada Arenito, rocha sedimentar de aspecto poroso, arenoso, semelhante a uma esponja.
A captação deste recurso hídrico é realizada através de poços tubulares profundos, onde funcionam bombas submersas capazes de trazer esta água até a superfície. É dentro do Arenito que fica a água que utilizamos, não exatamente dentro dele, mas nos espaços existentes entre cada grão que o compõe.
Esta água é proveniente das chuvas que, ao longo de milhares de anos, foi sendo acumulada nesta formação rochosa e não está livre embaixo da terra como se fosse um grande lago subterrâneo, como se poderia imaginar, mas está retida em uma rocha.
Este Arenito por sua vez fica localizado abaixo de uma outra rocha, o Basalto.
Formação vulcânica, impermeável, encontrada logo abaixo do subsolo, esta camada rochosa acaba protegendo o arenito, da entrada de substâncias que podem provocar contaminação da água, por exemplo esgoto ou chorume.
Temos ainda, na parte debaixo do Arenito, outra formação rochosa, dura e cristalina, que recebe o nome de Diabásico.
Desta forma, dizemos que o aquífero Guarani encontra-se confinado entre estas duas camadas de rocha.
Quando observamos então a qualidade desta água subterrânea, percebemos que a rocha com a qual ela tem contato, faz uma espécie de filtração e também acaba dissolvendo uma parte de sua composição química nesta água.
Por este motivo, a qualidade da água subterrânea é mineral, contém diferentes tipos e quantidades de elementos químicos, como cálcio, ferro e manganês, além de ser naturalmente isenta de bactérias, fungos e vírus.

O que tem nessa água?

Além dos elementos químicos dissolvidos na água pelo contato com as formações rochosas, existem as substâncias químicas que são adicionadas através do tratamento.
O tratamento da água em Sertãozinho é realizado através de apenas duas etapas: desinfecção e fluoretação.
A desinfecção da água é realizada pela dosagem de hipoclorito de sódio, popularmente conhecido como cloro líquido, que libera cloro residual na água e elimina qualquer tipo de contaminação microbiológica que eventualmente possa ocorrer no caminho da água entre os poços e as torneiras onde é consumida.
A etapa de fluoretação é feita através da aplicação de uma substância denominada ácido fluossilícico, que em contato com a água, libera o flúor, que tem a função de prevenir a formação de cáries.
A dosagem destas duas substâncias químicas é feita por bombas dosadoras eletromagnéticas automatizadas, capazes de dosar com precisão quantidades exatas dos produtos, mantendo suas concentrações sem alterações.
As concentrações destas substâncias são avaliadas diariamente pelo Laboratório de Controle de Qualidade da Água do SAEMAS, através de coleta de amostras e análises nas 22 unidades de tratamento instaladas junto aos poços e também em outros pontos ao longo da rede de distribuição. Além das análises para controle do tratamento da água, para garantir a qualidade da água distribuída à população, são realizadas anualmente mais de 37.000 análises entre agrotóxicos, metais pesados, substâncias orgânicas e até mesmo radioatividade.
Desde quando este monitoramento começou a ser realizado pelo SAEMAS, nenhuma substância que provoca danos à saúde foi detectada.
Com este sistema de tratamento e controle de qualidade da água, podemos afirmar que, em qualquer ponto da rede pública de abastecimento de Sertãozinho, a água que sai da torneira atende todos os padrões de qualidade definidos pelo Ministério da Saúde para água de consumo humano.

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Ao navegar neste site, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Entendi